O que é Aprendizagem sócio-afetiva

Aprendizagem sócio-afetiva (ASA) envolve processos através dos quais crianças e adultos adquirem e aplicam o conhecimento, atitudes e habilidades necessárias para entender e manejar as emoções, determinar e atingir metas positivas, sentir e demonstrar empatia por outros, estabelecer e manter relações positivas e tomar decisões responsáveis.

As habilidades sócio-afetivas são cruciais para ser um bom aluno, cidadão, trabalhador ou empresário; e muitos comportamentos de risco ( ex. uso de drogas, violência, bullying e desistência) podem ser reduzidos ou prevenidos quando estratégias são realizadas para desenvolver habilidades sócio-afetiva nos alunos.
Competências chaves no aprendizado de habilidades sócio-afetivas

CASEL identificou cinco grupos inter-relacionados de competências cognitivas, afetivas e comportamentais. Que se apresentam a seguir:

Nova-Imagem-1

 

▪   Auto-percepção: A habilidade de reconhecer de forma acurada a própria emoção e pensamentos e sua influência nos comportamentos. Isso inclui acessar suas próprias forças e limitações e possuir um senso de autoconfiança e otimismo realista.

▪   Auto-manejo: a habilidade de regular as próprias emoções, pensamentos e comportamentos de forma efetiva em diferentes situações. Inclui controle do estresse, do impulso, automotivação, estabelecimento de metas  nas diversas áreas da vida (pessoal, acadêmica ou trabalho) e o comportamento direcionado para atingi-las.

▪   Percepção Social: A habilidade de tomada de perspectiva e empatizar com outros de diferentes culturas e contextos sociais, entender as normas sociais e éticas do comportamento, e reconhecer os recursos de suporte oferecidos pela família, escola e comunidade.

▪   Habilidades de relacionamento: a habilidade de estabelecer e manter relacionamentos saudáveis e de valor com diversos indivíduos e grupos. Isso inclui comunicar-se de forma clara, escuta ativa, cooperação, resistir de forma apropriada a pressão social, negociar conflitos de forma construtiva, e buscar e oferecer ajuda quando preciso.

▪   Responsabilidade e tomada de decisão: a habilidade de realizar escolhas construtivas e respeitosas sobre o comportamento social e interações baseadas em modelos éticos, consentimentos seguros, normas sociais, avaliação realista das consequências das diversas atitudes, e bem estar próprio e dos outros.